POR QUE FAZEMOS CIÊNCIA AFINAL?


Há um tempo o homem vivia em torno de 30 anos. Acreditava-se que a terra era plana, e no final dela havia monstros que guardavam um abismo infinito. O sol girava em torno da terra e esta era centro de todo o universo. Deus tinha criado tudo, tendo como centro o nosso “planetinha” azul; e o homem era o máximo da perfeição que a natureza poderia conceber.
Atualmente é difícil encontrar pessoas que ainda acreditam em todas essas versões de explicação do mundo e a expectativa de vida do homem moderno aumentou muito de lá pra cá. Isso só foi possível, sem dúvida, graças a uma característica natural e sensacional do ser humano de se questionar sobre as mais variadas coisas que o cercam, e de bolar maneiras fantásticas de descobrir a verdade por trás de uma possível ilusão que nossos sentidos nos submetem.

 

Mudando o mundo

Realmente parece que a terra é plana e que o sol gira em torno dela. Isso é o que nossos sentidos nos mostram. E realmente é muito difícil de viver mais de 30 anos se doenças e pestes assolam populações inteiras. No entanto, algumas pessoas resolveram entender mais a fundo os processos biológicos, físicos e químicos. O que aconteceu? O homem vive em torno de 65 anos. Sabe-se hoje que a terra é redonda, e é mais um dos bilhares de planetas no universo; e que sol é uma estrela pequenina entre bilhares de outras no universo. Questiona-se a perfeição do ser humano e a importância de Deus nos processos de criação e manutenção da vida.
Animais de laboratório

A primeira vez que entrei no laboratório em que trabalho atualmente, e vi algumas cirurgias, me senti confuso. Uma sensação mista de pena, nojo, admiração e indignação. O fato é que logo percebi que tudo que se faz em um ratinho de laboratório esta longe de ser crueldade. Vamos por um momento imaginar o mundo sem vacinas, remédios e cosméticos… Fechem os olhos! Imaginaram?
Não sei o que viram, mas eu vi doenças assolando populações inteiras, dentes doendo, muita gente cheirando mal, pessoas chorando a perda de um filho novo e uma expectativa de vida de mais ou menos 30 anos. Alem do mais, você pode também esquecer aquela cirurgia complicada que vai lhe salvar a vida. E só pra terminar, aquele seu amigo que está numa cadeira de rodas e que pode voltar a andar logo, pode esquecer de ter uma vida nova. Podemos afirmar que se hoje estamos assim, saudáveis, bonitos e vivendo até quase 100 anos, devemos isso a cientistas e aos animais de laboratório.
Discute-se atualmente a proibição do uso de animais em experimentos, como pressuposto de que já existem outros métodos para testar hipóteses científicas e novas drogas. Isso é verdade para algumas áreas, mas é mentira para outras. Por exemplo, o Instituto Carlos Chagas que produz vacinas necessita de animais de laboratório para testar as vacinas novas e velhas, para que quando você tomar esta vacina, não morra ou tenha uma reação inesperada. Simplesmente ainda não dá para colocarmos a vacina num computador e ele dar um sinal positivo: “Vacina Aprovada”. Quem sabe um dia.
Sinceramente, eu e qualquer outro cientista preferimos testar tudo num computador em vez de ter que manipular animais em laboratório; não somos cruéis e não matamos ratos inocentes, o que fazemos está longe de ser apenas um ato cruel e sim uma forma honesta de trabalhar por um mundo melhor.
Há pessoas que simplesmente militam contra o uso de animais em laboratório, por alegarem que são criações divinas e vivas como nós, e que eles sentem dor e que são maltratados em laboratórios. Eu digo com certeza que esses animais são muito melhor tratados do que boa parte da população brasileira, e desafio também os militantes a permanecerem uma semana sem algum item que, direta ou indiretamente, se beneficiou de um experimento de laboratório com animais. E não vale também vacinar seu filho, ok?
Proibindo a utilização de animais em experimentos, estaremos dando passos largos para traz na historia.
Na prática
Roupas, sapatos, cosméticos, batons, cremes e perfumes, telefones celular, internet, computadores, carros, casas, prédios, aviões, naves espaciais e, além disso, vivemos mais por causa de vacinas, remédios e hábitos alimentares equilibrados. Tudo isso é fruto direto ou indireto da pesquisa científica. Da para imaginar a vida sem isso tudo?

1 comentário

  1. Tenho também a seguinte opinião, quanto ao uso de animais para estudos laboratoriais científicos, de que não há mal algum, ainda que minha opinião seja de mais um leigo no assunto. E até mesmo concordo quando você diz que muitos animais são melhores tratados que muitos brasileiros; isso vê-se claramente, é só andarmos por aí pra ver. Mas a dúvida que pairou foi: ‘estão tentando fazer com que esses tipos de testes não mais aconteçam’??? Se sim, e o tal códgo de ética existente para esses testes, que asseguram o bom tratamento desses mesmos animais em laboratórios… Não existe mais (?), ou apenas não estão levando em consideração!? Fico pensando…
    Abraçoss

    Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s