RAMONES: DO TACO DE BEISEBOL À “MATURIDADE”


Esse video nos mostra que por de tras de um jaqueta de couro e muita cara feia existe um coração que pulsa de emoção.

A atitude punk e uma das mais genuínas descrições do ser humano porque é totalmente controversa.

7 comentários

  1. Do que se trata esta campanha? (me pareceu uma campanha)

    Enfim, atrás de todo “desajustado” social há sim um coração, e muitas vezes maior do que se possa imaginar…

    Curtir

  2. Sr. Elton, Hands Acros You Face ( mãos nao sua cara) é uma gozação que os Ramones fizeram para criticar essas campanhas em que artistas se reunem por uma “causa nobre”. A campanha em questao é a Hands Across América, contra a fome etc. etc.
    Apontei que a letra desta musica é muito bonita e madura, o contrário do que podemos esperar de um banda punk, mas ao mesmo tempo, revelando um certo lado podre humanao que se veste de bondoso nesse tipo de campanha.
    Um abraço

    Curtir

    1. As vezes me pergunto se há mesmo um lado de podre nessas campanhas, ou se pode realmente haver apenas pessoas que tentem ajudar aos outros, (certo que eu não acredito nisso) porém, talvez seja apenas descrença nossa com relação aos outros… Talvez…

      Curtir

  3. A última moda, e todas as tendencias apontam para a descrença, é claro que não há muito do que se orgulhar mesmo, mas isso se olharmos apenas o presente porque se olharmos o passado, então teremos algumas coisas das quais podemos nos orgulhar, mas não podemos viver numa eterna nostalgia, e também há coisas ruins lá assim como ainda há coisas boas aqui (no presente).
    Acho que as pessoas até tentem fazer o bem em campanhas como essas, no entanto o que eu vejo de mau nisso é a auto promoção como artista, o que de certo modo, se for considerado mau, também foi feito de uma maneira ou de outra nessa crítica contra essas campanhas…
    Não sei se estou certo, ou se mesmo estou sendo claro…

    Curtir

    1. Bem pensado. Mesmo com um critica às campanhas há a promoção. Mas voce pode ver que os Ramones sao bem descarados, apontando que a grana é o principal valor em questão, sem falsas premissas de que sao bonzinho ou vao ajudar as pessoas. Poderiamos pensar o que é, de fato, ajudar as pessoas. Me parece que quem ganham muita grana com artes ou qualquer outra atividade possuem um sentimento de culpa que os fazem entrar nessas campanhas, como se isso resolvesse a questão da “desiguladade”.
      Ver pessoas nas ruas passando fome pode nos fazer sentir mau, mas até que ponto necessitamos ajudar? até que ponto o outro precisa ser ajudado?

      Curtir

      1. Puxa vida é verdade isso. Até que ponto o outro necessita de ajuda e quando devemos ajudar… (?). Realmente é estranho o fato desse aparente sentimento de culpa, entretanto aquele que não ajuda é visto como um grande vilão, o que talvez seja o que provoque esse sentimento de culpa. Talvez seja esse um dos grandes males de nossa atual sociedade, não se pode fazer mais nada sem que se seja criticado para o bem ou para o mal, o que de certo modo faz com que não saibamos mais afirmar ao certo o que é certo ou errado, parece não existirem mais esses conceitos hoje em dia, nem preto ou branco, apenas uma mescla cinza onde você vê as cores…

        Curtir

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s