Como não morrer em Ribeirão Preto andando de bicicleta


Fugindo do tédio das repetições exaustivas e do ambiente nada saudável das academias de ginásticas (som alto e gente hipertrofiada se olhando no espelho) e restrições alimentares que me trariam um vida de baixa qualidade, resolvi tomar uma atitude. Comprei uma bicicleta. Quando digo isso aos amigos, eles já pensam em combinar comigo um passeio de bicicleta sábado à tarde. Eu digo não. Não gosto de passear de bicicleta, bicicleta é só para trabalhar.

Minha ideia foi de me obrigar a fazer algum tipo de exercício físico, perder uns quilos e me curar de algumas dores nas costas, posto que fico sentado o dia todo.

Compartilho com muitas pessoas a ideia de que só não vou ao banheiro de carro porque o corredor é estreito. Mas mesmo assim, resolvi tentar a mudança.

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s