Alienaçao Parental

O AMOR AOS LIMITES E OS LIMITES DO AMOR

Angustia - Salvador Dali

Facilmente vemos essa palavra sair das bocas de especialistas que a colocam como solução para as dores de cabeça que seu filho lhe dá. Seu filho é desobediente e agressivo? Faltam limites. Seu filho não presta atenção nas aulas da escola? Faltam limites. Mas o que quer dizer isso? Porque limites são importantes? Eles são importantes de fato?

A palavra “limite” nos dá ideia de que há um lugar em que não podemos chegar, um lugar a partir do qual nós derretemos, morremos ou cairemos em pecado total. Ora, podemos nos lembrar da história de Adão e Eva. Deus impôs limites aos dois que prontamente desobedeceram. Portanto, a aplicação de um limite por si só não garante a obediência. E percebemos que muitas vezes tem efeito contrário. Quanto mais se diz para não fazer alguma coisa, mais se aumenta as chances de que aquilo seja feito. Ser humano é um bicho teimoso.

(mais…)

PAIS, FILHOS E O POÇO ESCURO DE NÓS

“Tornar azeite o leite
Do peito que mirraste
No chão que engatinhaste, salpicar
Mil cacos de vidro
Pelo cordão perdido
Te recolher pra sempre
À escuridão do ventre, curuminha
De onde não deverias
Nunca ter saído”

(Chico Buarque, em Uma Canção Desnaturada)

__

A cena típica da “família Doriana” que aparece feliz e sorridente nas propagandas de televisão esta fadada ao fim, ou nunca foi real mesmo. A relação entre pais e filhos é coisa complicadíssima. E o que eu quero falar aqui é do ódio entre eles, como nos diz de maneira cruel e poética Chico Buarque. Além desta canção, mais duas obras artísticas servirão de ilustração para meu texto: O filme “Todos estão bem (2010)” e “Anticristo (2009)”.

(mais…)